• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

15º CECUT-PE: missão de revitalizar às lutas dos trabalhadores e trabalhadoras,

Já nesta sexta-feira (29/11), ocorrerá a eleição da Direção da CUT-PE para o mandato 2019/2023, além de debates sobre a conjuntura política e econômica e um balanço sobre o Brasil e Pernambuco.

Publicado: 29 Novembro, 2019 - 07h40 | Última modificação: 29 Novembro, 2019 - 07h54

Escrito por: Comunicação CUT PE

Ecos - Keila Vieira
notice

Começou na noite desta quinta-feira (28/11), 15º Congresso Estadual da Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CECUT-PE) “Lula Livre”, trazendo como pauta “Emprego, Direitos, Soberania e Democracia”.  O evento ocorre no Centro de Formação e Lazer (CFL) do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência (Sindsprev), bairro da Guabiraba/Recife, e reúne em torno de400 delegados e delegadas de todas as regiões do Estado, além de observadores para debater o plano de lutas da central, bem como, aprofundar os debates sobre a conjuntura e escolher a nova direção que comandará a CUT nos próximos quatro anos.

A abertura do CECUT-PE foi instalada às 19 horas, coordenada pela vice-presidenta, Madalena Silva, seguida de mesa de abertura política que recebeu a presença de parlamentares federais e estaduais; dirigentes da CUT Nacional, confederações e federações, além das forças políticas cutistas que formam a base da luta e resistência  a classe trabalhadora em Pernambuco. Em seguida houve uma mesa com o tema: O Futuro do Trabalho e o Trabalho do Futuro, com o secretário de Relações Internacionais da CUT Nacional,Antonio de Lisboa Amâncio Vale. 

O presidente da CUT-PE, Paulo Rocha, pontuou que 15º CECUT Lula Livre vai apontar as novas ações da entidade para o próximo quadriênio, e avaliar  sobretudo uma série de medidas e retrocessos que estão sendo implementados pelo governo Bolsonaro contra a classe trabalhadora. Vale frisar que além dos ataques já desferidos, Bolsonaro e sua equipe estão preparando uma reforma Administrativa que irá prejudicar a todos os servidores públicos. Rocha classificou que o congresso da Central é um dos mais importantes espaços representativos e democráticos dos trabalhadores.  “Temos uma série de debates, discussões das teses e planos de luta, para apontar caminhos e propostas ao movimento cutista e a classe trabalhadora em Pernambuco”, assinalou.

Nesta sexta-feira (29/11), ocorrerá a eleição da Direção da CUT-PE para o mandato 2019/2023, além de debates sobre a conjuntura política e econômica e um balanço sobre o Brasil e Pernambuco. No sábado (30/11), será fechado o plano de lutas e apresentação de moções dos trabalhadores e trabalhadoras.