• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Conselho da Fetape: pela liberdade de Lula e contra a reforma da previdência

O Conselho é um espaço democrático de tomada de decisões e definição de rumos da federação, visando o fortalecimento do movimento sindical.

Publicado: 02 Julho, 2019 - 15h45 | Última modificação: 02 Julho, 2019 - 15h51

Escrito por: Fetape

Fetape
notice

Começou nesta terça-feira (02) e segue até amanhã (03) o Conselho Deliberativo da Fetape, em Carpina, com a presença de mais de 400 lideranças sindicais. Vários parceiros governamentais e movimentos sociais do campo e da cidade marcaram presença na mesa de abertura. O Conselho é um espaço democrático de tomada de decisões e definição de rumos da federação, visando o fortalecimento do movimento sindical.

A mística de abertura reafirmou a luta pela liberdade de Lula e trouxe à tona os vazamentos publicados pelo Intercept Brasil que só comprovam que sua prisão é fruto de uma perseguição e de um processo repleto de questionamentos e falhas envolvendo o juiz Sérgio Moro e o procurador da república. A mística também lembrou de dois líderes sindicais que nos deixaram recentemente: Eraldo José de Sousa e Antônio Marques. 

A presidenta da Fetape, Cícera Nunes, iniciou a abertura do Conselho pedindo um minuto de silêncio pelo assassinato brutal do educador popular Sandro Cipriano, na último sábado (29). E lembrou que ele foi mais uma vítima da intolerância e da violência que atingem as pessoas que lutam pelos direitos humanos. 

Ela também destacou a importância do trabalho de base e da realização da Marcha das Margaridas, no próximo mês de agosto. “A Marcha não é só um evento. Ela se faz todos os dias nas bases, nas mulheres participando da escola de formação da Enfoc”, disse. Por fim, ela destacou o diálogo com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) para a construção de políticas públicas para a agricultura familiar com ações nas áreas de convivência com o Semiárido, reestruturação da Zona da Mata, entre outras. “Precisamos de mais investimento na agricultura para que o povo possa ter vida digna e a sociedade ter comida orgânica, sem veneno”.

Na ocasião, o secretário Dilson, que marcou presença no Conselho, reafirmou o compromisso do governo estadual com a pauta entregue pela Fetape. “Colocamos toda a nossa equipe para dialogar com os assessores da Federação e transformar as propostas em política de governo”, destacou o secretário. 

Reforma da Previdência – Os integrantes da Comissão Especial da Reforma da Previdência, o deputado estadual Doriel Barros (presidente) e o deputado estadual João Paulo (relator) apresentaram o relatório que foi referendado pelas lideranças sindicais presentes no Conselho. “O relatório reflete a opinião do povo do estado de PE, da classe trabalhadora. E quero aqui parabenizar os sindicatos pela luta que têm feito. Se chegamos a esse resultado é por conta de cada audiência que vocês fizeram”, disse Doriel. 

“A proposta da reforma não ataca os problemas centrais da previdência que é o grande número de desempregados. E que tirar a reponsabilidade dos empresários. Por isso nós rejeitamos a proposta e achei maravilhoso essa multidão de trabalhadores rurais que vieram protestar contra a reforma”, destacou o deputado João Paulo. O relatório vai ser encaminhado a todos os sindicatos, deputados estaduais, federais, senadores, câmaras de vereadores e prefeitos de Pernambuco.

Estiveram presentes da mesa de abertura toda direção da Fetape, o presidente da Contag, Aristides Santos, a coordenadora Regional Nordeste da Contag, Cleide Araújo, o deputado estadual, Doriel Barros, o deputado estadual João Paulo, o secretário da SDA, Dilson Peixoto, o presidente do Iterpe, Altair Correia, o secretário Executivo da Agricultura Familiar, Gleybson Maciel, o prefeito de Água Belas, Luiz Aroldo, o presidente da FETAEPE, Gilvan Antunes, a presidenta do Sindicato dos Bancários, Suzineide Rodrigues, o coordenador da ASA Brasil, Alexandre Pires, o presidente da CUT/PE, Paulo Rocha, o presidente do PT/PE, Glaucos Lima, o presidente do IPA, Odacy Amorim, o presidente da CTB, José Rodrigues, a assessora do Deputado Federal Carlos Veras, Cláudia Rejane Souza, e o deputado estadual, Sivaldo Albino.