• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Delegação pernambucana rumo à 20ª Conferência Nacional dos Bancários

Os 14 membros eleitos têm a tarefa de defender as pautas aprovadas pelos bancários do Nord

Publicado: 07 Junho, 2018 - 11h17

Escrito por: Contraf CUT

Entre os dias 8 e 10 de junho, a delegação de Pernambuco participará da 20ª Confere?ncia Nacional dos Bancários, em São Paulo. Os 14 membros eleitos têm a tarefa de defender as pautas aprovadas pelos bancários do Nordeste para a Campanha Nacional 2018. 

 

Neste ano, o objetivo do encontro é realizar um grande debate sobre a minuta de reivindicações da categoria e os impactos da reforma trabalhista sobre a Convenção Coletiva de Trabalho(CCT), que tem validade apenas até o dia 31 de agosto deste ano. A expectativa é de que aproximadamente 600 bancários, entre delegados, membros do Comando Nacional dos Bancários e observadores participem da agenda.

 

“A reforma trabalhista representa uma forte ameaça aos nossos direitos e deverá ser o ponto central dos debates. Neste ano, vamos ter de realizar uma Campanha Nacional diferente, de dentro para fora, com ampla mobilização da categoria bancária, pois a conjuntura é desfavorável à classe trabalhadora. Mas, temos certeza de que com a força da união venceremos mais essa luta. A palavra de ordem é resistir e vencer!”, afirma a presidenta do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues.

 

Entre os itens da pauta que serão levados pela delegação estão a defesa da CCT; da Mesa Única de negociações dos bancos públicos; do emprego dos bancários; da manutenção das homologações nos sindicatos; da contribuição negocial como mecanismo de participação da categoria na sustentabilidade das entidades; da democracia com eleições gerais deste ano como estratégicas para a classe trabalhadora; contra a terceirização e pela proibição das demissões em massa.  

 

Além das contribuições das delegações estaduais, os resultados obtidos com a Consulta Nacional realizada com os bancários da base servirão para a elaboração da minuta nacional de reivindicações. O documento construído durante a Conferência Nacional dos Bancários deverá ser entregue à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) no próximo dia 12 de junho.

 

“Para vencermos essa batalha contra os banqueiros nesse contexto reformista ultraliberal, será imprescindível a participação direta da categoria com grandes mobilizações locais e nacionais para demonstrarmos nossa força e nossa importância como categoria indispensável ao desenvolvimento socioeconômico do País”, convoca a secretária-Geral do Sindicato, Sandra Trajano.

 

Fonte: Contraf-CUT

carregando
carregando