• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Participações relevantes marcam inicio do Seminário de Comunicação

manhã, Paulo Rocha, coordenou a plenária de debates, com intervenções dos participantes que apresentaram propostas para alavancar a comunicação sindical, enfrentar a mídia conservadora e o governo Bolsonaro

Publicado: 31 Março, 2021 - 07h30 | Última modificação: 31 Março, 2021 - 08h29

Escrito por: Assessoria de Comunicação da CUT-PE

notice

Iniciamos o primeiro dia (30/03), às 9h10, realizando mística de abertura, com as apresentações de João Oliveira da FETAPE e Suzana Morais do Sindicato dos Bancários PE. A coordenação foi da secretária de Formação, Ana Izabel Cavalcanti que solicitou à plenária virtual um minuto de silêncio, em respeito à memória das mais de 300 mil vidas perdidas para a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Em seguida a primeira mesa foi coordenada pelo presidente da CUT Pernambuco, Paulo Rocha, para discussão de tema bastante oportuno: Qual o papel da Comunicação na atual conjuntura? Com a jornalista, especialista em História de Pernambuco, mestre em comunicação e doutoranda em Serviço Social, através de pesquisa sobre mídia e conservadorismo, Fabíola Mendonça.

A jornalista fez uma análise crítica e objetiva da Mídia, de seu papel ideológico e atuação política no País, através de uma linha do tempo, com opiniões relevantes até os dias de hoje. Em seguida respondeu às questões que surgiram durante o encontro. Houve  intervenções e comentários significativos dos participantes a respeito do papel da comunicação na atual conjuntura política, o poder e influência da mídia, formas de comunicação e interferência das fake news e 

Seguindo a programação, houve a participação do secretário de Comunicação da CUT Nacional, Roni Barbosa, Ele destacou sobre o papel da comunicação na atualidade dentro da conjuntura política, além dos desafios que o movimento sindical enfrenta diariamente, buscando utilizar novas ferramentas e ações unificadas. Roni afirmou que é necessário a presença da Central no processo de organização da comunicação junto com suas bases; potencializar estratégias e mobilização contra a hegemonia da mídia conservadora. 

Na oportunidade, o presidente da CUT-PE, Paulo Rocha, coordenou a plenária de debates, por meio de intervenções dos participantes que apresentaram várias propostas e sugestões para alavancar a comunicação sindical, enfrentar a mídia conservadora e o governo Bolsonaro. "A participação de todos e todas é de fundamental importância, para debater e construir uma comunicação eficaz. hoje, um dos maiores desafios para o movimento sindical e popular", pontuou Rocha. Pluralidade de ideias, propostas e opiniões interessantes marcaram a plenária da manhã.

Momento rico e produtivo

O evento contou com expressiva participação de vários companheiros e companheiras vinculados ao movimento sindical cutista, além de convidados de entidades representativas da rede de comunicação pública, alternativa e independente. Foram realizadas mesas temáticas importantes, cujo objetivo é ampliar e fortalecer o Coletivo Estadual, além de discutir estratégias para a política de comunicação de Central em sintonia com a CUT-Nacional.

Além disso, interagir para construção de percurso formativo permanente, sobre os desafios da comunicação sindical; contribuir para a compreensão política sobre o atual momento do país; fazer uma análise crítica da conjuntura política e sindical; debater sobre as diversas ações da mídia alternativa; compreender a utilização das ferramentas de mídia mais utilizadas, além das novas tecnologias, redes sociais e uso de ferramentas, bem como construir propostas para a disputa hegemônica dos meios de comunicação.

Nesta quarta-feira, dia 31, estaremos juntos no segundo dia de nosso Seminário de Comunicação. Contaremos com a presença dos debatedores(as):Érica Aragão - jornalista da SECOM/CUT Nacional;Chico Carlos - jornalista e assessor da SECOM/CUT Pernambuco; e Kely Pedrosa- jornalista e social mídia. Eles vão falar basicamente sobre o panorama das nossas ferramentas - O que temos hoje e resgate dos encaminhamentos do Seminário anterior, mesa coordenada por Admirson Medeitos Ferro Júnior, Greg, secretário Adjunto de Comunicação da CUT Nacional. E também sobre a proposta para estruturar a comunicação da CUT-PE e sindicatos filiado. A mesa será coordenada pelo diretor da Central, Paulo Ubiratan.

Vale salientar que o 2º Seminário de Comunicação acontece de forma virtual para os participantes inscritos, através dos sindicatos da base cutista.