• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Acampamento da Resistência contra o despejo Centro de Formação Paulo Freire

Programação conta com assembleia, atos políticos, religiosos e culturais; veja como participar e contribuir

Publicado: 13 Setembro, 2019 - 11h24 | Última modificação: 13 Setembro, 2019 - 11h31

Escrito por: Comunicação MST

MST
notice

Neste fim de semana (14), será montado um acampamento permanente em defesa do Centro de Formação Paulo Freire, localizado no Assentamento Normandia, na cidade de Caruaru, em Pernambuco.


O objetivo do acampamento é mostrar resistência diante da decisão de despejo solicitada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e aceito na última quinta (5) pelo juiz federal da 24ª Vara Federal de Caruaru, que determinou imediata reintegração de posse.
 

LEIA MAIS: Centro de formação do MST em PE sofre com tentativa de despejo


O acampamento da resistência está sendo formado a partir da história de avanços e conquistas do espaço, em defesa da educação. A expectativa é que cerca de 2 mil pessoas do campo e da cidade estejam presentes de forma direta com o acampamento.


Os interessados em apoiar esta campanha poderão participar da programação, que terá atos políticos, religiosos e culturais nos dias 14 e 15 de setembro, ou também em doar valores e suprimentos.  Confira a carta de apoio:
 


Em Defesa do Centro de Formação Paulo Freire

Carta aos amigos e amigas do Centro de Formação Paulo Freire
 

A partir deste sábado, dia 14 de setembro vamos montar em frente ao Centro de formação no Assentamento Normandia um Acampamento Permanente de Resistência, contra o despejo e em defesa do Centro de Formação Paulo Freire e do Assentamento Normandia.


Situado no Assentamento Normandia em Caruaru (PE), o Centro de Formação Paulo Freire (CFPF) é um dos principais espaços de educação popular do Nordeste. Foi fundado há 20 anos com apoio do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). Órgão que agora, sob administração do Governo Federal, quer a desocupação da área.


O Centro já realizou 38 turmas do Curso Técnico de Práticas em Agroecologia (Pé no Chão), onde foram formados mais de 1.500 assentadas(os) e acampadas(os) em produção de alimentos saudáveis. Serve de espaço de ensino e pesquisa para a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Estadual de Pernambuco (UPE), Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG) e Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).


Fundado o Centro de Formação Paulo Freire em 1999, dentro da legalidade com apoio do INCRA em comum acordo, passamos a fazer a construção do Centro de Formação com apoio de outras organizações. Com as campanhas, passamos a construir os alojamentos, fizemos o auditório, fomos construindo parcerias com todas as entidades para termos hoje o espaço de formação constituído e disponível para os trabalhadores e trabalhadoras.


Durante esse processo de luta, ocorreram muitas mobilizações, com destaque a dez companheiros e companheiras acampados que estiveram onze dias em greve de fome, o que culminou com a desapropriação do Assentamento Normandia.


O Centro de Formação esclarece que, diferente do que afirma o INCRA, temos feito tudo dentro da legalidade em comum acordo. Ressaltamos os quatro anos de luta e resistência no processo que tornou o Centro de Formação símbolo da conquista dos trabalhadores e trabalhadoras. Conclamamos a todos os parceiros e parceiras que ao longo dessa trajetória tem contribuído para construção dessa nova sociedade a mais uma vez se somarem nessa luta em defesa do nosso Centro de Formação, instrumento fundamental para a formação popular.


Realizaremos a partir do dia 14 de setembro de 2019 um Grande Acampamento da Resistência, onde estaremos reunindo aproximadamente 2.000 (duas mil) pessoas do campo e da cidade. Certo das nossas vitórias, vamos construir juntos para celebrar nossas lutas e nossas conquistas.


O Acampamento será organizado por famílias acampadas e assentadas e por representantes de todas as organizações do campo e da cidade que desejam participar deste momento histórico de mobilização e resistência, podendo participar de forma permanente ou neste momento mais importante dos atos políticos, religiosos e culturais dos dias 14 e 15 ou a qualquer momento de acordo com a disponibilidade ou necessidade objetiva.


Da mesma forma convidamos todos e todas a nos ajudar a construir as condições de estrutura e logística (palco, som, barracas, circo, lonas, transporte, água, banheiros, material de higiene, alimentação, entre outras necessidades) para a construção do acampamento permanente da resistência.


A direção da associação do Centro de Formação e a direção do MST, através desta carta, convoca a todas e todos à apoiar o acampamento e disponibilizamos uma conta da associação do Centro de Formação Paulo Freire para apoio financeiro, podendo também apoiar diretamente com alimentação, material de higiene, água e outras formas.


PROGRAMAÇÃO PROVISÓRIA PARA OS DOIS PRIMEIROS DIAS DO ACAMPAMENTO

 a) CHEGADA – Todos os grupos devem chegar pela manhã do sábado dia 14, tanto para a militância externa e para as regionais – montar acampamentos e montar espaços das cozinhas;

b) 14:00 - Atividades culturais (música e audiovisual) , reuniões e plenárias;

c) 16:00 - atividades interreligiosas;

d) 17:00 - Ato Político;

e) Noite: Mística, caminhada, shows com artistas amigos e vigília;

f) Domingo - atividades culturais e as 15 horas assembleia da resistência;

g) A partir de segunda-feira, todos os dias acontecerão assembleias, debates, oficinas, atividades políticas e culturais.


Contribuição para essa luta:


Financeiras:

Titular: Associação Centro de Capacitação Paulo Freire

CNPJ: 03.868.566/0001-28

Banco: Brasil

Agência: 0159-7

Conta Corrente: 28554-4


Demais Contribuições:

Acampamento da Resistência

Assentamento Normandia

Secretaria Estadual do MST (Rua Jader Figueiredo de Andrade e Silva, 155, Vassoural – Caruaru. Antiga 5ª Travessa do Vassoural)

Armazém do Campo Recife (Avenida Martins de Barros, 387, Bairro Santo Antônio)


O Centro de Formação Paulo Freire é Patrimônio Popular!

#DespejoNão!

#MSTCentrodeFormaçãoPauloFreireResisite!